O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Critérios de Seleção

A Fazenda Canoas vem trabalhando há mais de 50 anos com um rígido critério de seleção zootécnica dos seus animais Guzerá.
O controle leiteiro teve início em 1956 quando as primeiras vacas foram submetidas a ordenha e pesagem de leite quinzenal.
O controle de desenvolvimento ponderal iniciou-se em 1958 com a aquisição, pela Fazenda, de uma das primeiras balanças da região.
Neste início de trabalho, ainda de maneira difícil e rudimentar, teve papel fundamental  o Professor Doutor e Amigo Geraldo Carneiro. Técnico, cientista, agrônomo e zootecnista de visão, que foi capaz de traçar os parâmetros fundamentais para o desenvolvimento e sucesso zootécnico do nosso Guzerá.
Basicamente o que se fez nesses últimos 54 anos foi pesar, pesar e multiplicar.
São cinco as características que lastreiam os critérios de seleção usados até hoje pela Fazenda Canoas.
Para cada animal desmamado, é dado um total de 100 pontos assim distribuídos:
Até 40 pontos para peso, a partir de um determinado valor para macho e outro valor para fêmeas – cada quilo acima desse valor significa 1 ponto
Até 20 pontos para somatória leiteira da mãe e do pai do produto desmamado – para isto existe uma tabela onde o resultado pontua o animal desde 0 a 20 pontos
Até 20 pontos para a fertilidade da mãe do produto. São considerados 1º,2º e 3º partos, também dentro de uma tabela onde o fator idade de parto e intervalo entre partos são avaliados para o critério de pontuação.
Até 10 pontos para caracterização racial, onde aspectos como forma de crânio, orelhas, pelagem, entre outros, são avaliados. Esta pontuação não segue nenhuma tabela.
Até 10 pontos para conformação. Da mesma maneira dos pontos anteriores, fatores como musculosidade, aprumos, equilíbrio, etc. são considerados para a avaliação.
 Além disso,  existe um fator que pode potencializar ou eliminar a primeira escolha dos animais reserva da Fazenda. É o fator temperamento, animais dóceis têm classificação A e acrescido 10% na somatória dos seus pontos. Animais normais têm classificação B onde não há modificação na sua pontuação. Animais ariscos têm classificação C onde é subtraído 10% na sua pontuação. Animais bravios têm classificação D e são eliminados independentemente da sua pontuação.
Vale lembrar também que todos os animais antes de serem submetidos a esses critérios têm seus pesos ajustados para 205 dias, levando em consideração o mês de nascimento e a idade da mãe do bezerro.
Evidentemente, este processo veio sofrendo reajustes no decorrer desses 50 anos, mas o objetivo sempre foi selecionar os mais pesados, leiteiros, belos racialmente, conformados e mansos.
Na pós desmama todos os animais são submetidos a uma prova de ganho de peso a pasto onde só os superiores permanecerão no rebanho.
Depois de todo esse tempo de trabalho podemos dizer que temos um gado selecionado funcionalmente, sendo isso, com certeza, o segredo do sucesso dos animais oriundos da marca “S”.
 

Mais informações no livro Guzerá 50 anos. 
 



Veja todas
  Caixa postal 13 - Curvelo/MG - CEP: 35790-000 - Telefones: (38) 3722.1133 / 9968.1134 Criação:
Guzerá News
9793-6209
© Copyright 2017 - Fazenda Canoas. Todos os direitos reservados.